top of page

Música é movimento?

REFLEXÕES PRÉVIAS… 

  • O movimento representa nosso desenvolvimento? É um processo de autoconhecimento?

  • O pensamento musical depende do movimento corporal? E o quão essencial o movimento é para o aprendizado musical?

  • De quantas maneiras podemos nos mover? Se movimentar é viver?

  • Movimentar-se é dançar? É nosso respirar?



Entendemos que a expressão corporal é um mecanismo básico de sobrevivência do ser humano. Mas, será que estamos atentos a essa nossa capacidade? Será que temos autoconsciência do nosso próprio corpo? Já reparou que quando algum


as pessoas balançam a perna quando ficam ansiosas? E quando estamos felizes? É difícil de impedir o impulso energético que nos leva a querer pular, não é mesmo?


Todo som é o movimento de ondas sonoras que viajam através do ar, que são captadas pelos nossos ouvidos, passando por um processo de decodificação cerebral, até entendermos o que aquele som significa. Podendo ser apenas um som desorganizado, como um ruído, ou um som organizado... música!


A dança é uma organização de movimentos que podem ou não ser acompanhados de música. É uma arte da expressão corporal. Gordon utiliza dos princípios de movimento propostos por Rudolf Laban, que explora a fluidez, o peso, o espaço e o tempo para organizar os movimentos. Movimentos fluídos ou separados, pesados ou leves, ocupando todo o espaço, seguindo em linhas, rolando devagar ou pulando super rápido...


Exploramos as diversas possibilidades do corpo nas aulas de música pois entendemos que as crianças precisam conhecer seu próprio corpo e suas possibilidades para conseguirem associar de maneira significativa a linguagem musical e corporal, assim como todas as possibilidades de aprendizagem de outras muitas linguagens que estão prontas para desenvolver. Concordando com Doug (Play, Sing and Dance, 2015) quando ele afirmar que o movimento nas aulas de música não servem apenas para a liberação da energia tão presente e natural das crianças, serve para darmos forma e conhecimento a sua expressão corporal, trazendo a tona o conhecimento dos ritmos internos e externos.


E se você está interessada(o) em se aprofundar um pouco mais, assista esse vídeo no qual doutor Marco Santoro que nos lembra e ressalta algumas questões essenciais sobre a importância de uma coisa que está sempre com a gente, mas às vezes esquecemos… o nosso corpo, e sua importância e desenvolvimento na infância!


Você pode encontrar esse vídeo buscando no Youtube pelo vídeo "Corpo e Movimento na Educação Infantil - Instituto Alana" ou também pelo link: https://youtu.be/TC3RpoTFb1w

0 visualização0 comentário

Comments


bottom of page